Written by

Business Continuity com inovação é o caminho a seguir pós pandemia

Há anos ouvimos todos os dias que grandes empresas precisam a todo tempo se adaptar para dar conta das novas demandas. E esse tema é cada dia mais real, com uma avalanche de movimentos rápidos que o mundo nos traz.

Inovação. Esta é a palavra que resume o caminho a ser seguido, e que de tanto repetida pode se tornar banal e perder a força que traz em seus significados. Mas ela continua a ser a trilha do sucesso para a sobrevivência dos negócios. E quando trazemos este assunto para o Business Continuity, claro que isso não é diferente: a tecnologia já está presente e é grande parceira tanto na prevenção de incidentes quanto no gerenciamento de crises. Condição, inclusive, que tem se mostrado crescente após o coronavírus.

No Brasil, a cultura da prevenção nunca foi um ponto forte, e felizmente vemos que grande executivos de gestão de crise ganham cada vez mais relevância dentro de importantes empresas. Essas empresas já entenderam que a continuidade dos seus negócios, independente do momento de mercado ou setor, depende de investimentos em pessoas, treinamentos, tecnologia e digitalização; tudo integrado de forma inovadora, trazendo mais estabilidade.

Por isso gosto de comemorar a mudança de mindset e de atitude que vejo no dia a dia, no contato com os profissionais da área, dentro de companhias líderes em seus mercados. É uma conquista cada vez mais rápida, mas ainda com um grande caminho à frente. A mudança de mindset em direção à Cultura de Segurança é uma realidade altamente documentada e divulgada em 2020, este ano que mudou nossas vidas.

Mas desde alguns anos já estávamos em um ritmo acelerado. Somente em 2019, o mercado de segurança eletrônica movimentou R$ 7,17 bilhões no Brasil, segundo a Associação Brasileira das Empresas de Sistemas Eletrônicos de Segurança (ABESE), o que nos aponta a relevância que as companhias estão dando a questões de segurança, a fim de evitar maiores problemas e riscos. 

Vamos reconhecer o processo de transformação digital que estamos vivendo e aproveitar para planejar o crescimento necessário, de forma otimista, que podemos construir em um futuro próximo.

Pupo Neto

CEO of CoApps Brasil - More than 20 years of experience in various markets - automotive, cosmetics, education, technology and others - in multinational companies, large national groups and startups - O Boticário, Nissan, UOL, OpenEnglish and OLX.

Participation in the creation of 3 startups in early-stage until the complete operation (OpenEnglish and Canal da Peça)
Large cases of communication in multinationals (O Boticário, Nissan, UOL, OLX, etc).
Pupo Neto

Deixe um comentário