Profissões do futuro no setor da segurança

Written by

Profissões do Futuro: confira as novas posições para o setor de segurança em 2020

Com a rápida propagação das tecnologias, cada vez mais os profissionais temem perder suas posições de trabalhos para máquinas e softwares. 

De fato, as ferramentas de AI tiveram um crescimento exponencial nos últimos anos e têm sido muito bem aderidas aos Sistemas de Segurança.  

Como vimos no Security Megatrends, as principais Tendências da Segurança para 2020 estão relacionadas ao digital, Cibersegurança e convergência dos métodos mais tradicionais com tecnologias como softwares e inteligência artificial. 

Ainda assim, para os profissionais de segurança, o cenário é positivo.  

Se por um lado as funções estão mais informatizadas e exigem maior capacitação, por outro, a previsão é que novos cargos sejam criados para atender às demandas do mercado. 

Os profissionais devem se atualizar, mas essas posições já podem ser preenchidas por pessoas com formação em engenharia, tecnologia da informação ou segurança do trabalho, por exemplo. 

Experiência na área de tecnologia e segurança é um ponto a mais para quem almeja uma dessas colocações.  

Veja agora quais são as novas profissões no setor da segurança para 2020, segundo levantamento do PageGroup

Desenvolvimento Sustentável 

Hoje a questão ambiental deixou de ser um posicionamento altruísta das empresas e passou a agregar valor de mercado. 

Com um público mais exigente e informado, é muito difícil para as corporações manter práticas ambientalmente inadequadas.  

Tanto pela questão ética quanto pelo impacto negativo que isso pode causar à sua imagem. 

Certificações como a ISO são sinônimos de status e apontam seriedade em questões relacionadas à responsabilidade ambiental. 

Por este motivo, as corporações têm investido pesado em formatos de produção mais sustentáveis, principalmente do setor industrial, onde a extração e consumo de recursos está mais concentrada. 

Para atender esta demanda, a posição de Diretor de Desenvolvimento Sustentável é umas das premissas para o futuro. 

Está relacionado à segurança porque além de desenvolver projetos com foco ambiental e social, sua função integra à Gestão de Risco da empresa. 

O profissional será responsável por analisar e definir ações vão diminuir os riscos de ocorrer cenários como o que a Vale passou com Brumadinho, por exemplo. 

Entre suas atribuições estão desenvolvimento e gestão de políticas e programas voltados à sustentabilidade.

Data Protection Officer  

Atendendo às principais inquietações do setor, a Segurança Cibernética foi a pauta das principais conferências ao redor do mundo. 

Estima-se que o número de ataques cibernéticos vai continuar aumentando e, atualmente, já existem seguros contra este tipo de violação. 

Além de defesa virtual contra malwares e hackers, existe a preocupação com a nova LGPD, que define parâmetros para utilização de dados pelas corporações. 

Para quem atua na internet, a nova legislação irá afetar profundamente os processos. Prevendo implicações, o mercado sentiu a necessidade de profissionais que atuem cirurgicamente nesta área. 

Data Protection Officer ou, simplesmente, Analista de Proteção de Dados.  

Este profissional é alocado no setor de TI e tem como função garantir a integridade e proteção dos dados da empresa. 

Sua principal tarefa é administrar e avaliar todos os dados da empresa e de seus clientes. Também deve ser o interlocutor entre o business e os órgãos fiscais. 

Espera-se que esse profissional tenha perfil interdisciplinar e cuide de tudo o que tange tecnologia, segurança da informação e cibersegurança.  

Por se tratar de uma posição extremamente nova e em fase de maturação, a procura por profissionais que atendam esses requisitos está alta no momento.

Segurança do Trabalho 

Blog sempre acentua a importância da Cultura de Segurança. O profissional que vem para empregar este conceito nas empresas em 2020 é o Engenheiro de Segurança do Trabalho

Responsável pela adequação à normas e procedimentos no ambiente de trabalho, este profissional se encarregará de gerir a Cultura de Segurança nas corporações. 

Implementar projetos e treinamentos de equipe, atuando diretamente com o time de Análise de Risco

Experiência com normas regulamentadoras e domínio do SGI são algumas das exigências do mercado.

Pupo Neto

CEO of CoApps Brasil - More than 20 years of experience in various markets - automotive, cosmetics, education, technology and others - in multinational companies, large national groups and startups - O Boticário, Nissan, UOL, OpenEnglish and OLX.

Participation in the creation of 3 startups in early-stage until the complete operation (OpenEnglish and Canal da Peça)
Large cases of communication in multinationals (O Boticário, Nissan, UOL, OLX, etc).
Pupo Neto

Deixe uma resposta